Homens bonitos, grilos namoradores e sorrisos relaxantes

Algumas coisas que não sabemos não fazem falta nenhuma dentro do nosso cérebro quando este conhecimento é usado de forma isolada.

Porém, eu acredito que algumas bobagens aparentemente sem utilidade alguma, que aprendemos no decorrer de nossas vidas podem fazer a diferença quando tais informações são cruzadas com outras (mesmo sem percebermos), fazendo com que tenhamos mais idéias, resolvamos problemas de maneira criativa, e tenhamos assunto com gente estranha… e por vezes esquisita. Continue reading

Coisas que você não precisa saber: homens com voz monótona são mais atraentes

Um estudo das universidades da Califórnia e da Pensilvânia, nos Estados Unidos, descobriu que homens com um tom firme de voz tiveram um número maior de parceiras sexuais que os com voz mais alterada.

Os pesquisadores avaliaram as vozes de homens em situações diversas, incluindo um jogo de simulação de namoro. O resultado da alteração da voz foi comparado com o número de parceiros sexuais que eles tiveram no ano passado e os homens com voz mais monótoma lideram a corrida sexual.

A frequência constante de uma voz indica que o homem está no controle, enquanto a ansiedade provoca um aumento na freqüência vocal e agressão faz com que ele se aprofunde.

O estudo aponta que vozes com menor variação estão associadas a força, poder e confiança. George Clooney e Clint Eastwood são exemplos de homens que têm voz monótona, mas são consideradas sexy.

E atenção homens: se sua voz não for monótona ainda há alternativas: o estudo apontou que aqueles com linguajar “macho” e que dizem “eu sou maior e mais forte do que a maioria dos homens” também foram classificados como mais atraentes.

Por Kleyson Barbosa – Suuuuuuperinteressante.

[S] Agora me explica: e se o cara for mudo? Tá ferrado!?

Gostou? Comente… é cada uma…

Supercomentado.

Coisas que você não precisa saber: Como as moscas mudam a direção do voo tão rápido

[ad#Google Adsense 200×200] Um novo estudo publicado na Physical Review Letters conseguiu desvendar como as moscas conseguem realizar manobras aéreas difíceis, como mudar a direção do vôo tão rapidamente. Além desse mistério, o estudo avaliou como o inseto bate as asas muito mais rápido que seus neurônios conseguem disparar, o que permite que eles girem 120 graus em 18 batidas de asa.

Para descobrir isso, foram criadas três câmeras de alta velocidade que permitiram analisar o vôo de cerca de 10 moscas dentro de uma caixa. O ambiente era iluminado com luzes LED para os insetos ficarem “tontos” e darem voltas continuamente. As câmeras permitiram estudos detalhados das posições de suas asas em relação ao corpo e deixou os cientistas impressionados com os bichos.

A equipe descobriu que, quando a mosca vira, uma asa inclina-se mais do que a outra, como quando um remador puxa um remo com mais força do que o outro para fazer o barco virar. Graças à aerodinâmica, uma diferença de inclinação na asa de apenas 9 graus é suficiente para mudar a direção do vôo. Como se estivessem nadando no ar. A asa faz um movimento semelhante ao de uma mola de torção, do tipo encontrado em brinquedos de corda ou relógios antigos. Para mudar a inclinação das asas e configurar uma volta, tudo o que a mosca tem a fazer é contrair o músculo que controla o movimento. Mas esse movimento é automático, meio que no piloto automático. Precisa nem pensar. Elas fazem parecer tão fácil!

E mais: os pesquisadores avaliam que essa dinâmica deverá ser útil para a construção de robôs voadores menores e mais eficientes que tiram mais proveito da aerodinâmica em vez de fazer uso da força bruta.

Gostou? Ah, fala sério! Comente.

Supercomentado.

Lua cheia deixa as pessoas agressivas

Um estudo publicado no Australian Medical Journal revelou que, nas noites de lua cheia, dobram os casos de distúrbios da violência atendidos nos hospitais. Dos 91 pacientes analisados, 60% estavam sob a influência de álcool e drogas – e alguns deles atacaram a equipe médica com mordidas e arranhões. [via Superinteressante]

[S] O álcool e as drogas não deixam o pessoal mais agressivo, o que deixa é a Lua Cheia!

Supercomentario.

Tédio faz mal à saúde

Em 1988, cientistas ingleses entrevistaram milhares de pessoas para avaliar seu grau de tédio com a vida. Agora, 22 anos depois, voltaram a analisar os dados – e descobriram, que entre os entediados, o número de mortes de lá para cá foi 37% maior. Isso supostamente acontece porque o tédio predispõe a beber e fumar. [via Superinteressante]

[S] Viu?! Por isso os detentos são lombriguentos.

Supercomentado.

Chuva estraga as entrevistas de emprego

Uma pesquisa da Universidade de Toronto, que acompanho 3 mil pessoas durante 6 anos, constatou que ser entrevistado num dia chuvoso reduz e 10% as suas chances de ser contratado. Isso supostamente acontece porque o mau tempo deixa o entrevistador de mau humor.

[S] O fato do entrevistado chegar molhado e com cara de pão mofo não influi em nada.

Supercomentado!

Cabelo dos gays enrola no sentido anti-horário

O geneticista Amar J.S. Klar, que “trabalha” para o governo dos EUA, resolveu fazer uma pesquisa no seu tempo livre. Ele constatou que, nos homossexuais masculinos, o redemoinho do cabelo geralmente se forma no sentido anti-horário – isso é 3 vezes mais comum que entre os heterossexuais.

Segundo Klar, isso é um indício de que a homossexualidade teria elementos genéticos. (superinteressante – nov 2009)

Outra pesquisa feita no SUPERCOMENTÁRIO, diz que todo 80% dos gays que lerem este post vão deixar um comentário.

Supercomentado.

Incentivar empregados é ruim para a empresa

Quer tirar o melhor dos seus funcionários? Trate-os mal.

Desta vez os pesquisadores americanos foram longe de mais!

Um estudo da Universidade de Princeton descobriu que, quando as pessoas recebem incentivo financeiro para realizar alguma tarefa, acabam demorando mais para terminá-la. Isso supostamente acontece por que o bônus distrai a mente, que pensa mais no dinheiro que no trabalho. (superinteressante – nov 2009)

Espero que essa história não chegue aos ouvidos dos meu chefes. Eu prometo planejar e gastar tudo só no fim do expediente!

Supercomentado.