26 Celebridades desenhadas com Fita Cassete

Há mais ou menos 3 posts atraz, vimos Esculturas Interessantes de Areia, material um tanto incomum para produzir arte, pelo menos a qualidade com que foram produzidas é algo bem incomum. Hoje vamos ver outra maneira diferente de fazer arte: usando fitas cassete (ou K7).

A autora das obras é Erika Iris Simmons (26), uma artista autodidata da Geórgia. Ela se formou na Universidade de Washington em St. Louis, de 2006, com uma licenciatura em Língua Russa. Com sua arte tenta expressar uma idéia através de trabalhos com coisas muito comuns, com a esperança de que algumas mensagens sejam passadas sem palavras precisar de palavras. A nostalgia arcaica é notável em seu trabalho que usa materiais antigos, que se não estivessem em suas obras provavelmente estariam no lixo.

Bônus

Fernando Valenzuela – Jogador de baseball feito com uma bola de baseball.

Veja mais no Portfolio de Iris Simmons.

Gostou? Conhece alguma outra forma de arte incomum e interessante? Comente!

Via Noupe e Supercomentado!

iPad: será que tritura?

Depois de alguns amadores quebrar um iPad usando um taco de baseball, entra em cena um profissional usando um super liquidificador.

Ele já detonou um iPhone no passado em outro viral, e agora ensina como triturar o novo gadget da Apple: Dobre no meio e vá em frente!

Certamente é um viral da Apple que promove o iPad e o Liquidificador, mais de 2 milhões de visualizações pelo preço de um iPad.

Eu curti a idéia! E você, gostou? Comente!

Supercomentado.

Nostalgia: Top 7 Temas de filmes dos anos 80 e 90

Quem aí (com mais de 20) não cansou de ouvir a irmã tentando cantar o tema de “O guarda costas”, ou um tio, cunhado ou amigo dançando “Twist and Shout” enquanto imitava o carinha do “Curtindo a vida adoidado”?

Com um toque de nostalgia, relembre as “músicas tema” de filmes clássicos da sessão da tarde.

Ghost, Do outro lado da vida – Unchained Melody

Um tira da pesada – The heat is on

Flash Dance – What a Feeling

Mad Max – We Don’t Need Another Hero

O Guarda Costas – I’ll Always Love You

Curtindo a Vida Adoidado – Twist and Shout

Meu Primeiro Amor – My Girl

Você lembra de algum outro tema? Fala aí.

Supercomentado.

Nostalgia: Top 5 Programas Infantis de 80 e 90

E aí cambada? Tudo certo? Dando sequência a seção Nostalgia, o SUPERCOMENTÁRIO ataca hoje os Programas Infantis que certamente marcaram a infância de quem tá lendo isso agora.

Pega essa lista, e relembre os bons tempos em que o passarinho twitter ainda era gema.

Balão Mágico

Balão Mágico foi um programa infantil da Rede Globo apresentado pelos membros do grupo musical Turma do Balão Mágico entre 1983 e 1986. A apresentação do programa começou com Simony (a Maísa da época), Fofão  e Cascatinha, logo acompanhados de Tob, Mike, Jairzinho, Luciana e Ricardinho.

O programa teve altos índices de audiência. Em meados de 1986 foi substituído no horário pelo Xou da Xuxa (tudo culpa da XUXA).


Abertura do programa Balão Mágico.

Palhaço Bozo

O programa do palhaço Bozo chegou a ser produzido em mais de 240 estações de TV em 40 países, entre eles, o Brasil, onde tornou-se muito popular, sendo exibido pela TV Record (de 1980 a 1981) e pelo SBT (de 1981 a 1991). O comediante Wandeko Pipoca foi escolhido por Larry Harmon, o dono da franquia, para ser o primeiro Bozo brasileiro.

Com o sucesso do personagem, outros atores – Manoel Duarte, Luís Ricardo, Caio Machado, Diego Três, André Peixe, Charle Myara, Marcos Pajé, Edílson Oliveira da Silva e Arlindo Barreto, foram contratados para o papel no programa que ia ao ar nas manhãs e tardes da emissora. Outros palhaços interpretaram Bozo em shows pelo país.

Personagens adicionais foram criados no programa, como o Papai Papudo (Gibe), Vovó Mafalda (Valentino Guzzo), Kuki (Roni Cócegas) e Salci Fufu, este último vivido por Pedro de Lara.
O programa Bozo terminou em 1991 com a morte de Décio Roberto, o último ator a encarnar Bozo no Brasil.


Abertura do programa do Palhaço Bozo.

Xou da XUXA

Xou da Xuxa foi um programa infantil de variedades apresentado por Xuxa na Rede Globo entre 30 de Junho de 1986 a 31 de Dezembro de 1992, em substituição ao Balão Mágico. E em 1993, o programa voltou a ser reapresentado na temporada de verão junto ao TV Colosso.

Escalado para substituir Balão Mágico, Xou da Xuxa herdou deste o horário, a fatia de público e o acervo de desenhos. Mas a estrutura básica do Xou da Xuxa vinha do Clube da Criança, programa do fim de tarde da Rede Manchete que revelou Xuxa como apresentadora. Mas na casa nova o programa ganhou melhores cenários, o tratamento do padrão Globo de qualidade e uma marcante mudança de órbita — todos os elementos passaram a girar em torno da personalidade de Xuxa, o que, no limite, despertava nas crianças uma reverência praticamente religiosa.

Quem disser que nunca assistiu está mentindo. As 3 coisas que eu mais detestava era: 1. a prova do atirei o pau no gato – onde as crianças explodiam de tanto gritar; 2. o Dengue – aquele cara aedes egypt; 3. A Xuxa.


Uma das 3 versões da abertura do Xou da XUXA.

Oradukapeta

Oradukapeta foi apresentado por Sérgio Mallandro entre os anos de 1987 a 1990 transmitido pelo SBT.

O programa apresentava brincadeiras com as crianças da platéia, quadros humorísticos e desenhos animados, e rapidamente caiu no gosto do público infantil, o que motivou a contratação do apresentador pela Rede Globo em 1990, acabando com a Oradukapeta (tudo culpa da XUXA denovo).

O que eu mais gostava era do Goleiro Mallandrovsky e da Porta dos Desesperados, sinistro!


Abertura do programa Oradukapeta.

TV Colosso

A TV Colosso  substituiu o Xou da Xuxa, exibido em 19 de abril de 1993 até 3 de janeiro de 1997 na Rede Globo.

Na TV Colosso utilizavam-se bonecos caracterizados como cães, simulando todas as instâncias de uma emissora de TV; do presidente ao office-boy. Havia a protagonista Sheep Dog Priscilla; o operador, Borges um bulldog que era o diretor de imagem e ficava na cabine de controle da programação chamando os desenhos animados que complementavam a programação da TV Colosso.

E quem não se lembra da famosa frase  que o cachorro chefe de cozinha francês “latia” no final de cada programa: Atencion, tá na horra de matar a fomê! Tá na mez pessoaaaallll!“.


Abertura do programa TV Colosso.

Além destes tem o Clube da Criança, Trapalhões, Casa da Angélica e outros. Qual mais você se lembra? Comente.

Supercomentado!