Aerodinâmica dos Websites da Formula 1

Começando pelo pior, que vem em dose dupla:

Toro Rosso e RedBull Racing

Toro e RedBull

A crise por lá tá tão feia que não sobrou nem 15 pila pros coitados comprarem um domínio para cada equipe, aí colocaram um fulero portal de entrada em flash para que você escolha o site em que vai entrar e se desesperar mais ainda.

AT&T Williams

Williams

Ocupando a segunda posição no grid de “retrolargada” vem a williams. Deixaram bolinhas voando na cara do gol (nota mental: fazer post sobre sites de times brasileiros de futebol) que podem ser arremessadas de um lado a outro do grande quadro branco que limita o frenesi das esferas… em flash.

Vodafone McLaren

Mclaren

Melhorando no quesito navegação, a McLaren melhora a estabilidade do site com uma navegação linear aparentemente não obstrutiva, assuntos Top na home, uma grande imagem “inspirativa”, mas esquece de trocar os pneus na hora da elegância no design. Técnicas de micreiro são aplicadas na imagem de fundo e uma bolinha da pepsi/inter de porto alegre surge te fazendo esquecer todo o resto.

Toyota

Toyota

Usam uma estratégia diferente de parada nos boxes, o desenho completa a tela com images dinâmicas das corridas e dos carros na página inicial, em flash. Mas melhora muito nas subpáginas, que trazem uma navegação clara, fotos objetivas e informações diretas. Se não fosse a home seria muito bom.

Braw GP

Braw GP

Tem cara de “portalzão brasileiro que anuncia em redes de tv que disputam o segundo lugar no Ibope“, porém, a navegação é clara e o “painel de login do orkut” na sidebar aproxima o usuário da equipe com o conceito de web colaborativa.

BMW Sauber

BMW Sauber

Apesar de ser desenvolvido em flash (já deu pra notar que não curto muito – nesses casos) é o que mais se aproxima da sonhada SIMPLICIDADE – depois do RedBull : ).

Force India

Force India

Largando na mesma fila da Braw, a Force Índia poderia fazer troca de banners com o UOL, o diferencial na asa dianteira é um EMBED do YOUTUBE (zuera) no centro da página inicial com o último capítulo da novela da TV Caminho da Force India.

ING Renault

Renault

No vácuo da noveleira vem a Renault com widgets espalhados pela tela sobre uma grande foto (by fotógrafo atropelado) do carro principal da equipe. Gostei do Ranking do campeonato no superior direito.

Ferrari

Ferrari

Na póle, vem ela que é o terror da FIA, ela que consegue 5min em meio as barbaridades políticas anunciadas no JN nosso de cada dia, ela que decidiu entrar no campeonato em 2010: tô falando da Ferrari. Apesar de não ser exclusivamente da F1, o site da Ferrari tem uma carenagem voltada para o meio, e traz um ar “Ferraresco” no layout. Mostra notícias da última grande conquista (a primeira esse ano) e disponibiliza história, store (compras), comunidade e assistência técnica (para burguês).

Vamos ver se na pista eles são melhores que na web esse ano, pois se o bom desempenho na web muda a navegação na pista e vice-versa, esse ano vai dar RedBull!

Supercomentado!