Excelência no serviço: X-salada em Marechal Rondon

x-salada

Pra variar um pouquinho a rotina de almoçar todos os dias em um restaurante, ontem, 12 de outubro, feriado, resolvi comer um poderoso x-salada no almoço, olha no que deu…

Como o tempo estava chuvoso e o dia preguiçoso, liguei em um lanchonete aqui de Marechal Rondon – a qual não vou citar o nome pra não sacanear o negócio deles assim como fizeram com meu almoço – pedi o lanche pra viagem: dois x-salada. Fui buscar 20 minutos depois do pedido, pois esse era tempo que haviam me dito que levaria para os “sanduíches” ficarem no pontos.

Pra começar, cheguei no lugar no horário combinado e o lanche não estava pronto, esperei 11 minutos além do prometido via telefone.

1ª dica para os “fazedores de lanche”: se não sabe quanto tempo leva pra fazer, não crie expectativa no seu cliente, pois a fome dele também vai ouvir e o relógio biológico se ajusta pra detonar o rango no tempo estipulado.

Até aí tudo bem. Os fatos que seguem é que me deixaram injuriado. Depois de aguardar o tempo extra, peguei mais algumas tranqueiras pra comer – salgadinho, sorvete e refrigerante – o x-salada que estava escondido embalado em saquinhos de papel, paguei a conta, voltei pro carro e fui pra casa, tudo como devia ser.

Chegando em casa vem o problema. Ao abrir o primeiro sanduíche notei que o pão estava um pouquinho tostado… mas é relevante, devia ser uma característica culinária do “cheff”. A tal característica da pêga foi salientada quando minha mulher abriu o segundo lanche. O (a) responsável por pilotar a chapa na lanchonete queimou os dois lanches, e no segundo caso – onde o pão ficou TORRADO – tentou dar uma raspadinha com a faca, fechou o bico e colocou o lanche dentro do saco.

Deve ter pensado: é pra viagem mesmo… vai o bocó reclamar como?

2ª dica para os “fazedores de lanche”: não tente enrolar o seu cliente, comida é coisa sagrada pra algumas pessoas, e quando você tenta se dar bem zuando a bóia alheia, sempre dá “pano pra manga” (entrevero).

Pois bem, telefone existe pra quê? Liguei na lanchonete, perguntei o preço do lanche normal e do queimado, expliquei o acontecido, falei que eu não poderia ir até lá pra pegar algo que desse pra comer, e aguardei a solução… aí me senti mais lesado ainda. A moça que me atendeu disse que não sabia que a cozinheira havia feito essa merda no meu lanche, e que eu poderia passar lá no dia seguinte pra pegar outro lanche.

É amigo leitor, você leu isso mesmo, eu devia passar no outro dia pra matar a fome do dia anterior. Nem pra mandar alguém entregar o lanche eles foram capazes.

3ª dica para os “fazedores de lanche”: resolva o problema do seu cliente, principalmente quando você criou a droga do problema.

Resultado: não passei lá pra pegar outro lanche, pois moro no outro lado da cidade. Comi o negócio torrado mesmo pra não ficar com fome. O estabelecimento comercial perdeu um cliente.

Gostaria de deixar um salve aos “lancheiros de categoria” da cidade: Buda, Misa, e o pessoal daquele carrinho perto da Nied Constru & Cia, que fazem exatamente o que agente espera… não precisam fazer propaganda pois cuidam das pequenas coisas.

Só pra terminar, era mais ou menos isso que eu esperava quando abri o pacote:

E foi isso aqui, que eu encontrei:

x-salada

Supercomentado!

1 Comentário

  1. Putz, comigo aconteceu o contrário um dia desses, comprei um X e a vaquinha tava berrando ainda no hamburger, praticamente cru, coiza horrivel, e tem muito lancheiro por ai pecando nos lanches, é uma pena, por que o X de rondon tende a ser uma delicia. E realmente vamos parabenizar os mestres, Buda e Miza, e aquela maionese temperada do Buda que é coisa fora do comum, uma delicia.

    Reply
  2. Galerinha… só pra deixar vcs um pouco mais conformados…. agradeçam que aí o X ainda é bem mais em conta… pois aki no Surrrrrr (diga se de passagem que está bem friu nos ultimos dias) o X tem mais que o dobro do preço dalí de MCR, e pra quem espera que o X tbm venha com o dobro do tamanho ou gosto, se enganou, muito pior q o BudaLanches, e por incrivel que pareça, ainda restam casos, (e descasos) de ‘escandalos’ iguais aos comentádos, e supercomentados, pelo Tioni, ou Boi Berrando, ou Boi em Brasas.

    Reply