Sedentário: Será que eu sou?

“Vuá lá”! Após um período ausente… (detesto estas explicações, não escrevi por que eu não quis mesmo!). Vamos logo ao que interessa, e para introduzir o assunto ao título, leia o que o Wikipédia diz sobre a parte que nos interessa sobre o mau do século, o sedentarismo.

Sedentarismo é definido como a falta e/ou ausência e/ou diminuição de atividades físicas ou esportivas. Considerado como a doença do século, está associada ao comportamento cotidiano decorrente dos confortos da vida moderna. Pessoas com poucas atividades físicas e que perdem poucas calorias durante a semana são consideradas sedentárias ou com hábitos sedentários.

Embora o nome ficasse melhor em outro tópico, não é uma doença bucal, e nem o excesso de sede, é simplesmente a falta de exercício físico – de qualquer tipo. E caro leitor, ontem eu descobri que estou a beira deste precipício. Conto como:

Estava eu aqui no escritório da Vetor Design trabalhando após o horário do expediente – 1º ponto: excesso de trabalho.

Para pausar o processo (desenvolvimento de uma interface para documentação de um framework) comi algumas maçãs e um chocolate aqui mesmo no escritório – 2º ponto: alimentação inadequada.

Quando terminei o trabalho, saí do escritório e fui em direção a minha casa, a pé, a fim de pegar uma carona com minha esposa que vinha de moto a meu encontro. Aqui, é o ponto crucial, onde descobri que havia “esquecido” de como é bom caminhar longas distâncias – 3º ponto: esquecimento de funções motoras básicas, como caminhar.

Hoje pela manhã, descobri que levo mais tempo para acordar que um coala com ressaca – 4º ponto: preguiça após o descanso.

Ao chegar aqui no escritório, vim para o computador para escrever este post antes de tomar café – 5º e último ponto: prioridades profissionais acima das possibilidades físicas.

Descobri que preciso eliminar a possibilidade deste monstro tomar conta do meu cotidiano. Sei que academia não é meu forte – não curto o “tuntz, tuntz” que eles tocam -, e não tenho muito tempo para atividades físicas, mas vou procurar alternativas para conciliar as atividades atuais com as físicas. E vou relatar aqui as soluções que eu encontrar, nos próximos capítulos.

E você, pratica alguma atividade física com freqüência? Comente.

Supercomentado!

1 comentário

  1. Olha.. tenho que concordar que o Tunz Tunz… é foda.. todo dia as mesmas músicas. Mas gosto de ir a acadêmia, descarregar tudo em relação a stress do dia-a-dia.
    O que poderia resolver na academia.. é um MP3 Player.. pro Tunz Tunz.

    Mas como atividade fisica nao compreende só academia, o lago é bom pra se caminhar.

    Abs!

    Reply
  2. Pois é, quando era jovem se o onibús demorava muito eu andava do terminal Santana ZN de SP até Tucuruvi, uns 04 Km, fácil fácil. Agora não vou nem na padaria a pé e pior, depois que fiz faculdade com 40 anos aprendi a beber cerveja todos os dias. Não consigo ficar uma semana na acadêmia, alguém tem alguma sugestão?

    Reply

Comente

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.