Fórmula 1: Evolução da Ferrari

Você pode gostar...

14 Resultados

  1. Tioni disse:

    Prefiro o 3 da última lista.

  2. Moleu disse:

    Nossa, legal os desenhos.

    Mas acho que perderia parte da graça se os carros fossem aéreos, a tecnologia e a competitividade tem um limite, mas, se acontecer isso, será daqui a pelo menos uns 60, 70 anos.

  3. Osvaldo disse:

    A Bridgestone e a Goodyear vão falir, não vão mais existir pneus.

  4. Osvaldo disse:

    Deu mole, tenho um jogo para PS3 chamado Wip e Out e tem naves parecidas com esta.

  5. Tioni disse:

    É, acho ke o designer citado desenvolveu o modelo p/ um jogo mesmo.

  6. Dalver disse:

    Rapaz, 60 ou 70 anos para ter carro voador…
    Não força. Enquanto existir indústria do petróleo não veremos desenvolvimento tecnológico adequado. Pode botar pra lá de 200 anos.
    Outra coisa, porque o modelo de 2001 está sem os patrocínios?

  7. Tioni disse:

    Dalver: Em 2001 tiveram dois carros um com e outro sem os patrocinadores. Creio que seu navegador não carregou a primeira foto.

  8. morozini disse:

    as duas primeiras ferraris sao as mais lindas!

  9. jonatas disse:

    coloca o mesmo dsign desses ultimos carros mais com rodas, pronto !!!! essa vai ser a verdadeira evoluçao

  10. Guito disse:

    Dalver,o carro sem patrocinios foi usado somente no GP dos EUA em luto pelas vitimas do Worl Trade Center.

  11. Gustavo disse:

    NÃO ENTENDI ESSA VISÃO FUTURISTA. DEIXOU DE SER CARRO PARA SER NAVE? QUAL SERIA A GRAÇA?

  12. gerson disse:

    os desafios estarão voltados aos propulsores a jato e sustentação sob campo magnetico, e como tudo tem q remodelar as empresas fabricantes de pneus , motores, e pilotos heheh fazer aulinha

  13. Paulo Fernando Ramos disse:

    Acho muito importante a evolução tecnológica e valido
    os projetos futuristas sem rodas sendo propulsores
    sem emissão de poluentes, para um futuro melhor.

  1. 22.10.2009

    […] que Bi) para aprimorar o desempenho e durabilidade de motores, pneus (em parceria com empresas como Bridgestone e GoodYear), combustível, etc… e transferem parte dessa tecnologia para os automóveis de […] (editado pelo administrador: copiou o post sem autorização)

Comente